AGENDA     |       BLOG     |       (48) 3369-1722
  MATRÍCULA     |       ÃREA RESTRITA

UMA ESCOLA DIFERENTE

DESENVOLVENDO APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS.

Como é a Educação Infantil na Escola dos Sonhos?

 

A Educação Infantil está dividida em núcleos conforme a faixa etária da criança. Chamamos de:

1) Núcleo de Acolhimento os grupos com crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses.

2) Núcleo de Experimentação os grupos com crianças de 2 anos a 3 anos e 11 meses.

3) Núcleo de Investigação os grupos com crianças de 4 anos a 5 anos e 11 meses.

A Educação Infantil na Escola dos Sonhos privilegia a construção do olhar sensível das crianças em relação aos outros, à natureza e ao conhecimento. Temos como objetivo ampliar as aprendizagens das crianças por meio do encantamento e situações significativas que contribuam para formar sujeitos autônomos, responsáveis, sensíveis e criativos, que desenvolvem as crianças na sua integralidade.

Reconhecendo a criança como produtora de cultura, que aprende, transforma e (re)significa o mundo, damos importância especial à diversidade cultural e artística, ao brincar e à exploração do mundo de forma lúdica e prazerosa. Valores como respeito, cuidado e ética frente à vida precisam fazer parte do trabalho e da formação das crianças, seja a vida humana, das plantas ou dos animais, cuidar e preservar são atitudes extremamente importantes a serem tomadas por todos nós, e diariamente cultivadas nessa escola.

Temos como princípios na Educação Infantil: Afetividade, Experimentação, Olhar sensível, Lúdico brincante e o Encantamento.
A Escola dos Sonhos valoriza a infância e reconhece a Educação Infantil como espaço de direito à formação humana nas suas diferentes dimensões, utilizando os territórios de aprendizagem como metodologia.

Os territórios de aprendizagem são lugares preparados, organizados, dinâmicos e criativos, pedagogicamente e esteticamente produzidos, para que favoreça as relações, o afeto, o fazer junto e sozinho, a construção da autonomia e a ampliação do repertório brincante. Ao mesmo tempo em que os territórios parecem espaços prontos, eles oferecem um universo de possibilidades a se construir, por isso sua característica dinâmica.

São espaços de aprendizagem, planejados coletivamente, que passam a ser explorados e investigados por todos os grupos da educação infantil, sendo que as crianças podem escolher dentro do seu interesse quais territórios brincar, e o tempo que querem permanecer nesse local. Cada espaço privilegia as diferentes linguagens na infância.

Acreditamos que a relação de ensino aprendizagem acontece pela via de mão dupla, isso consiste em dizer que, da mesma forma que os territórios visam desenvolver as crianças, eles buscam concomitantemente também, desenvolver os educadores, que numa constante busca, exercitam o reinventar-se cotidianamente, no planejamento, na execução e avaliação destes. Nesse sentido, para adequar a linguagem à metodologia e contemplar o olhar que temos para o todo, organizamos os territórios em tipos de territórios, classificando-os de acordo com o público alvo e seus múltiplos sentidos.

Esses territórios são planejados coletivamente com antecedência e replanejados semanalmente em nossas reuniões coletivas, levando em consideração as diferentes faixas etárias. Eles ficam a disposição das crianças por um tempo pré determinado, favorecendo o brincar, o imaginário, as relações e aprendizagem das diferentes linguagens na infância. Os territórios acontecem em ciclos durante o ano, em que permanecem num período de quatro semanas e as duas próximas semanas são destinadas a organização de um novo ciclo.
 

  • TERRITÓRIOS FIXOS: Espaços de aprendizagem e relações que permanecem por algum tempo ou ano todo, estando estes sendo replanejados mensalmente. Exemplos: território vivo, território A casa e Eu, entre outros conforme objetivos.

 

  • TERRITÓRIOS MÓVEIS: Espaços de aprendizagem e relações que são criados diariamente, ou colocado a disposição mensalmente, que podem ser levados de um lugar para outro e duram apenas um ciclo de territórios, podendo voltar em outro momento a ser destaque. Ex: Território dos carros, território cênico, território dos jogos, territórios dos fluxos, territórios do movimento, território das artes, território das construções...

 

  • TERRITÓRIOS INVISÍVEIS: São espaços e pensamento que pertencem a cada criança, algo pessoal, pensado e íntimo, que pode ser ou não visualizado, que gera gestos, sensações e aprendizagem. Ex: Se esconder de baixo da mesa, voar nas árvores, brincar de super heróis invisíveis, fugir dos adultos, pegar borboletas...


 

Como acontece a adaptação na Educação Infantil?
 

O período de adaptação da criança na escola é realizado sempre com o acompanhamento da família ou responsáveis, garantindo assim a segurança necessária para enfrentar o ambiente e os adultos desconhecidos por ela. Ao educador, cabe a tarefa de realizar a adaptação da criança, estimulando-a a brincar, explorar o espaço escolar e estabelecer relações. O educador deverá ser para a criança a ponte entre a família e o novo ambiente, construindo um vínculo de confiança para que, mais à frente, este fique sem a presença da família de maneira segura, evitando sofrimentos desnecessários. A adaptação acontece gradativamente, respeitando a criança e a família, durante o tempo que for necessário para o seu bem-estar.

A adaptação das crianças do Núcleo de Acolhimento (Jardim 1) e Núcleo de Experimentação (Jardim 2 e Jardim2/3) acontece em dois momentos, das 13h30min às 15h00min para metade da turma e das 16h às 17h30min para a outra metade, assim podemos dar mais atenção e conhecer melhor as crianças e as famílias nos primeiros dias de convívio escolar. A partir do período de três dias a turma será unificada e as crianças permanecerão até o horário do término do lanche. Na segunda semana, a permanência da criança na escola aumentará gradativamente até que se perceba que ela já estabeleceu vínculos de confiança para permanecer na escola. Esse período de acolhimento acontecerá independente do período que a criança entrar na escola.

A adaptação para crianças novas do Núcleo de Experimentação (Jardim 3) e o Núcleo de Investigação (Jardim 4, jardim 4/5 e Jardim 5) será das 13h15min às 15h00min durante os primeiros dias, aumentando gradativamente a permanência da criança até que se perceba que ela já estabeleceu vínculos para permanecer da escola. A adaptação dos núcleos é analisada a cada ano, dependendo das necessidades das crianças.

Destacamos que a adaptação das crianças matriculadas em período integral deverá acontecer primeiramente no turno da tarde e assim que estiver adaptada no período vespertino poderá iniciar a adaptação no turno da manhã.

A ESCOLA DOS SONHOS

Escola dos Sonhos oferece uma formação diferenciada, onde o conhecimento e a sensibilidade se misturam para a construção de um mundo diferente.

              

IMAGENS + RECENTES